Reforma Trabalhista: veja como votaram os deputados do Rio

2935
Créditos: Antonio Cruz/Agência Brasil

Por 296 votos a 177, a Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira, 26, o texto-base da Reforma Trabalhista. O texto flexibiliza regras da legislação vigente do trabalho e ameaça direitos estabelecidos. Ele ainda pode ser alterado com emendas destacadas, que vão ser votadas em separado. A Reforma Trabalhista agora segue para o Senado Federal.

39 deputados do Rio de Janeiro participaram da votação. 21 deles votaram a favor da reforma – mais de 1/3 é filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), do presidente Michel Temer, que atualmente possui apenas 4% de aprovação popular. 18 parlamentares foram contrários à aprovação. O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) não pode participar de votações por conta do Artigo 17 do Regimento Interno da Câmara.

Veja abaixo como votou cada um dos deputados fluminenses presentes à sessão.

Votos a favor
Alexandre Serfiotis (PMDB)
Altineu Côrtes (PMDB)
Arolde de Oliveira (PSC)
Celso Jacob (PMDB)
Cristiane Brasil (PTB)
Francisco Floriano (DEM)
Jair Bolsonaro (PSC)
Julio Lopes (PP)
Laura Carneiro (PMDB)
Marcelo Delaroli (PR)
Marcelo Matos (PHS)
Marcos Soares (DEM)
Otavio Leite (PSDB)
Paulo Feijó (PR)
Pedro Paulo (PMDB)
Rosangela Gomes (PRB)
Sergio Zveiter (PMDB)
Simão Sessim (PP)
Soraya Santos (PMDB)
Sóstenes Cavalcante (DEM)
Wilson Beserra (PMDB)

Votos contrários
Alessandro Molon (REDE)
Aureo (Solidariedade)
Benedita da Silva (PT)
Cabo Daciolo (PTdoB)
Celso Pansera (PMDB)
Chico Alencar (PSOL)
Chico D´Angelo (PT)
Dejorge Patrício (PRB)
Deley (PTB)
Felipe Bornier (PROS)
Glauber Braga (PSOL)
Jandira Feghali (PCdoB)
Jean Wyllys (PSOL)
Luiz Carlos Ramos (PTN)
Luiz Sérgio (PT)
Miro Teixeira (REDE)
Wadih Damous (PT)
Zé Augusto Nalin (PMDB)

PEC 55, que congela salário mínimo e investimentos, é aprovada

Terceirização: veja como votaram os deputados do Rio