Missa de 7º Dia de distribuidor de A Voz da Favela acontece sexta, 06

1065
Ocupa Bandejão da UERJ passou a se chamar Ocupação Bruno Alves em homenagem ao distribuidor do Jornal A Voz da Favela falecido na última sexta-feira, 29. (Créditos: Rodrigo Duarte Baptista)

Está marcada para a próxima sexta, 06, a Missa de Sétimo Dia de Bruno Alves dos Santos, primeiro distribuidor do Jornal A Voz da Favela. A celebração acontece na Basílica Santa Teresinha do Menino Jesus (Rua Mariz e Barros, 354 – Tijuca), às 19h30.

Bruno Alves foi atropelado na noite de 29 de setembro por um trem na Estação Maracanã da Supervia quando tentava embarcar na estação com dois amigos, que não tinham dinheiro para pagar a passagem. Ele se dirigia para a reunião mensal dos distribuidores da Voz da Favela no momento do acidente.

Mais antigo distribuidor, Bruno Alves era estudante de História da UERJ, músico, poeta e militava em diversos movimentos sociais ligados à remoção de favelas e aos direitos dos estudantes. Atualmente, fazia parte do grupo de alunos da universidade que ocupa o Bandejão desde 26 de setembro e reivindica melhorias e repasses do Governo Pezão. Os colegas fizeram uma homenagem ao companheiro e, no último sábado, 30, o Ocupa Bandejão passou a se chamar Ocupação Bruno Alves.

A colunista Simone Menezes também homenageou Bruno em sua coluna de domingo no portal da Agência de Notícias das Favelas.

Leia na íntegra a nota de falecimento publicada pela Agência de Notícias das Favelas em suas redes sociais em 29 de setembro.