Volta às aulas: Alemão arrecada material escolar

1418
Créditos: Divulgação

Com a aproximação do início do ano letivo 2017 e a crise financeira generalizada, muita gente está na batalha para comprar um dos itens que mais pesam na renda das famílias pobres: o material escolar. No Complexo do Alemão, esse drama vai ser resolvido para muitos pais, mães e avós através da campanha de arrecadação de material, realizada no morro desde 2011.

A iniciativa é fruto dos esforços de ativistas e organizações do Complexo do Alemão, como o Favela Art e GAS – Grupo Alemão Solidário, e tem como meta beneficiar 200 crianças e adolescentes em 2017 – foram 174 no ano passado. O material deve ser distribuído em diferentes partes da favela, nas localidades conhecidas como Reservatório, Palmeira e Chuveirinho. Famílias com perfil socioeconomicamente vulnerável são prioridade. “A gente identifica quais são os locais e as crianças que mais precisam, que têm menos acesso a esse material”, conta a artista plástica e ativista Mariluce Mariá, do Favela Art.

Pré-vestibular comunitário na Maré recebe doações de livros

16144075_10202947618966707_505018450_n
Campanha de 2016 arrecadou 174 kits (Créditos: ONG Sonhar Acordado)

Os kits de material escolar contam com itens básicos de uso pessoal dos alunos de escolas de públicas da região, como lápis de cor, cadernos, mochila, além de saboneteira e toalhas de banho exclusivamente para os pequenos (confira a lista de material escolar abaixo): “Providenciamos, pelo menos, o básico, pois nem sempre dá pra conseguir mochila para todos”. São oferecidos kits diferentes para crianças e adolescentes, integrantes ou não dos projetos envolvidos. A distribuição deve acontece na primeira semana de fevereiro, logo após o retorno às aulas.

Pela primeira vez, a campanha de arrecadação de material escolar está sendo realizada de maneira independente. A ação foi capitaneada até o ano passado pela ONG Sonhar Acordado, que captava os itens e repassava a nove instituições responsáveis pelo trabalho direto de distribuição para a população. 800 crianças foram beneficiadas durante este período, mas com as dificuldades financeiras, foi preciso se reorganizar. “Meu sonho é ver os próprios moradores fazendo mais esse tipo de mobilização para salvar vidas através da arte e educação”, afirma Mariluce.

Interessados em contribuir com a ação podem entrar em contato com o Favela Art e o GAS – Grupo Alemão Solidário através de suas páginas no Facebook.

 

Cada kit de material escolar a ser doado contém: 

Infantil – 01 mochila (infantil), 01 copo, 01 toalhinha, 01 escova de dente, 01 pasta de dente, 01 sabonete, 01 saboneteira, 01 toalha de banho, 01 toalhinha de mão, 01 garrafinha de água.

Adolescente – 01 mochila (adolescente), 02 cadernos (em pé /deitado), 02 lápis, 02 borrachas, 02 apontadores, 01 tesoura, 01 cola, 01 caixa de lápis de cor, 01 estojo, 01 conjunto de canetinhas, 01 marcador, 01 corretivo, 01 régua.