Teatro Popular Oscar Niemeyer: retornando às raízes

424
Créditos: Divulgação

Quando fundou em Niterói o teatro que ganhou seu nome, o arquiteto Oscar Niemeyer idealizou um espaço aberto, integrado à paisagem da Baía de Guanabara e ao entorno. Dez anos depois, o Teatro Popular Oscar Niemeyer quer retomar esse projeto. Sob a nova gestão do produtor cultural Alexandre Santini, a casa pretende construir uma programação variada que faça jus aos desejos de seu criador.

O antigo Teatro Popular de Niterói está localizado no Centro da cidade e foi inaugurado em 2007. O prédio de linhas sinuosas projetado por Niemeyer possui dois foyers, bistrô e sala de espetáculos com capacidade para 450 pessoas. Além de um espaço de cultura na cidade, o entorno do teatro se tornou uma área de convivência para as famílias e os adeptos de atividades esportivas. Ou seja, as possibilidades são muitas.

– É preciso integrar a praça e o entorno ao projeto e à pauta do Teatro para que ele possa ser verdadeiramente um teatro popular. É preciso construir uma programação para todos os gostos e públicos e que explore todos os espaços e potencialidades deste espaço, afirma Alexandre, que foi diretor de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura entre 2015 e 2016 durante a gestão de Juca Ferreira.

Os planos da nova direção incluem um edital para teatro e uma programação especial de pré-carnaval ainda durante o mês de fevereiro. “Será uma gestão marcada pela escuta, pelo diálogo e pela participação”, finaliza.

Publicado na edição de Fevereiro de 2017 do Jornal A Voz da Favela.