Seminário Saúde e Segurança Pública

287

Seminário Saúde e Segurança Pública

Seminário discute relações entre saúde e segurança pública em favelas e periferias

Evento ocorrerá nesta terça-feira (13/10), no campus da Fiocruz em Manguinhos

Quais os efeitos das políticas de segurança pública no Brasil no campo da saúde? Como a violência influi nas dimensões política, econômica, cultural e psicológica das populações residentes em favelas e periferias? Promovido pela Fiocruz, o seminário Saúde e Segurança Pública: Desafios em Territórios Vulnerabilizados reúne especialistas para debater e explorar propostas de ações,  medidas e políticas que possam apontar caminhos de transformação do atual contexto de insegurança pública característica dessas regiões. O evento ocorrerá das 9h às 16h30, no auditório do Museu da Vida (Fiocruz), em Manguinhos.

Dados preliminares do Mapa da Violência 2015 apontam crescimento de 24% da participação de causas externas (que não estão ligadas à morte natural: homicídios, acidentes e suicídio) na mortalidade de jovens de 0 a 19 anos, de 1980 a 2013.  Os homicídios passam de 0,7% para 13,9% no total de mortes de crianças e adolescentes. Pesquisa da Anistia Internacional identifica que das 56 mil vítimas de homicídio em 2012 no Brasil, 30 mil eram jovens de 15 a 29 anos, e desse total, 77% eram negros.

Estarão presentes expositores como Maria Cecília de Souza Minayo, doutora em saúde pública pela Fiocruz e editora regional da revista Environmental Health Perspectives, e Paulo Ribeiro, diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz). Também participarão das mesas Alexandre Fonseca, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Orlando Zaccone, delegado da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e de outros movimentos sociais. As falas dos convidados darão forma a uma publicação, que será produzida pela Cooperação Social em parceria com o Departamento de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelie distribuída gratuitamente na Fiocruz e para organizações da sociedade civil.

O Auditório do Museu da Vida, no campus Fiocruz Manguinhos. fica na Avenida Brasil, nº 4.365 – Manguinhos.