Se cada morador soubesse….

221

Cidadania

Comecei a observar que podemos mudar a nossa realidade, se houver um desejo de mudar as nossas atitudes ante a tantas situações que vivemos. Nós temos a possibilidade de investir em nós mesmos, buscar oportunidades através do conhecimento, mergulhar em discussão que envolva assuntos mais diversos, e um dos quais proponho é tomar ciência de como funciona a “Máquina Pública”, tentar saber sobre as engrenagens que movem essa poderosa máquina que é alimentada por cada um de nós. A nossa busca deve ser insaciável pelo conhecimento dos fatos atuais, devemos fazer uma imersão mais profunda possível, é nossa obrigação entender o funcionamento dos órgãos da lei e seus autores. A nossa sobrevivência depende e muito, de várias dessas informações. Temos um poder ilimitado em nossas mãos quando houver um interesse de tomar posse do conhecimento.

O conhecimento é libertador, ele traz luz nas trevas da escuridão, quebra os grilhões da obscuridade, ele traz nossos rumos e rompe fronteiras antes intransponíveis. Adquirir conhecimento é semelhante a encontrar um precioso tesouro no qual ninguém jamais poderá roubar de quem o encontra, é seu. Ele nos impulsiona a sermos mais e mais sedentos, de possuir mais e mais, pois é contagiante e prazeroso quando o conhecimento passa a conviver nos nossos neurônios, e isso é possível porque o mesmo nos traz satisfação e alimenta a alma, nos tornamos pessoas mais hábeis e defensoras de nós mesmos.

Cada um de nós moradores devemos ir à procura de aprender mais, descobrir novos horizontes, pesquisar por aqui mesmo pela internet, despertar a vontade de saber, as ciências que movem o mundo, as regras do jogo, a alavanca que lhe conduz a novos lugares, mas isso deve ser uma coisa inquietante de cada um, como uma chama crepitante queimando as impurezas da ignorância. Nos dias atuais está muito mais fácil para conseguir conhecimento, existem várias bibliotecas lotadas de livros, escolas tanto físicas ou virtuais, as mais diversas cadeiras acadêmicas à escolha e disponíveis até online, e uma das maiores ferramentas desse século, a internet. Tem tudo aqui, tudo mesmo, mas é só jogar lá na pesquisa: “quero aprender português” e veja o que vai acontecer.

Faço um convite a você, vá ao encontro do conhecimento. Busque aprender mais, mesmo se tiver limitações devido às circunstâncias, busque!

Nós, moradores de favela, estamos à mercê de uma série de necessidades que fomos suprimidos ao longo do tempo, logo temos o dever de sair da letargia e da inércia e partir em uma busca incessante, com uma sede como em um deserto para encontrar um oásis, assim deve ser cada um de nós. O preconceito no qual fomos imputados é algo depressivo e cruel, mas ainda assim, não podemos viver na retaguarda, sempre na defensiva e esperando esmolas, devemos ir em busca, escarafunchar onde tem oportunidade e agarrá-la com unhas e dentes, deve partir de cada um, e deixarmos de viver reclamando de tudo.

Se cada morador soubesse…. Ah! Se cada um de nós soubéssemos o quanto somos fortes, como podemos adquirir conhecimento e mudar o cenário…. Temos o poder do voto, se tivéssemos uma consciência politizada e um desenho bem definido da democracia em nossas mentes, poderíamos nunca mais ser submetidos às atrocidades que vivemos hoje.

Se cada morador soubesse… que tem acesso ao Ministério Público, através da Defensoria Pública e sem pagar nada, exigir seus direitos.

Se cada morador soubesse… que a Constituição diz que tem o direito à Saúde, Educação, Saneamento Básico como necessidade de extrema urgência, que não pode faltar escolas e creches para nossos filhos, e jamais poderia faltar médicos para nos atender.

Se cada morador soubesse…. que quando você vai ao mercado, em uma loja, ou faz qualquer serviço que é pago, coloca crédito no celular, nós pagamos ICMS, IPI, ISS, PIS, COFINS, e outros mais, uma carga tributária muito pesada, e o que volta? Temos o direito sim de cobrar mais Segurança, pois é com o dinheiro desses tributos que o Governo paga os servidores públicos do Estado e Município os tornando empregados do povo. Todos os que se propõem a ser servidores públicos recebem como seus salários o dinheiro do povo: Presidente, Governador, Senadores, Deputados, Prefeito, Vereadores, Professores, Policiais, Secretários, todos são empregados do povo, recebem do nosso suor.

Levante-se morador! Saiba mais! Depende mais de você do que dos outros!

Cleber Araújo – Morador do Complexo do Alemão