Saiam do Facebook!

382
Créditos: Marcus Galiña / ANF

Saiam do Facebook, urgente! A cidade é um Facebook! O teu corpo é um perfil! Da tua boca, saem posts! O ar é uma caixa de diálogo! Para curtir, basta sorrir ou franzir a sobrancelha! Para bloquear, fecha a cara! Fazer amigos é mais difícil, porém, mais intenso e duradouro.

Ê mundão tosco de meu Deus! Risível humanidade tecno-febril! Saiam do Facebook! Invente-se um Zuckerberg do mundo presencial, reinventando a comunicação das ruas. Vamos compartilhar no téte-a-téte. O presencial possui atributos inimitáveis: um decote, a possibilidade do beijo, é 3D, cheiros, profundidade, orvalho, brisa, lua, infinito do céu visível a olho nu.

A tela é retângulo, um caderno luminoso e restrito. Faz mal pra vista! Sai do Facebook e redescobre a rede social da vida. Cutuca de verdade, borrifa saliva na cara do crush. Saiam do Facebook!

Feed de notícias se vê pela orelha, pescando balões de conversa alheia. Em cada esquina, um evento. Pode ter a Fetranspor, mas não tem solicitação de jogos! O real é melhor que o virtual-masturbação-real-ficcional. Envolve só mão e olho. Observe a dor nas tuas costas.

Saiam do Facebook! Buzu é Google Street View, amigo sagaz é Google, qualquer rosto-a-rosto abre messenger. Chega de fuga, não ao Skype! Vocês estão cheios de dedos, mas o mundo demanda pegada! Saia da p**** do Facebook!

Mas, antes, leia isso aqui, curta e compartilhe.

Compartilhar
Artigo anteriorSamba, reggae e hip hop no Rock in Rio
Próximo artigoColetivo de audiovisual exibe filmes na Maré neste sábado, 16
Dramaturgo, diretor teatral, ator, educador e ativista cultural. Escreveu e dirigiu o espetáculo "Mundo Grampeado - Uma ópera tecno-tosca" entre outras produções da Cia Monte de Gente, fundada em 2006. Participa ativamente do movimento Reage Artista e foi um dos articuladores do Ocupa Lapa. É também idealizador do Facedrama, ferramenta de dramaturgia coletiva online. É autor das peças "Entregue seu coração no Recuo da Bateria", "Um de Nós - A Saga quase olímpica de um judoca iraniano" e do musical infantil "Aninha contra o Feiticeiro de Lixoxxx"