Rafael Braga é condenado pela Justiça do Rio

7188
Créditos: Reprodução Internet

O ex-catador de latas Rafael Braga, conhecido nacionalmente ao ser preso durante as manifestações de junho de 2013 por portar desinfetante, foi condenado a 11 anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Rafael, de 28 anos, está preso desde janeiro de 2016, quando foi detido por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora na Vila Cruzeiro, onde vive sua família.

O juiz Ricardo Coronha Pinheiro sentenciou Rafael Braga a 11 anos e três meses de reclusão. Ele também foi condenado a pagar uma multa de R$ 1.687. A sentença foi publicada ontem, 20, no site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pela 39ª Vara Criminal. A defesa deve recorrer da decisão.

 

Entenda o caso
Rafael Braga ficou conhecido após ser preso pela primeira vez durante as manifestações de junho de 2013. Na época morador de rua e catador de latas, foi detido sob a acusação de porte de material explosivo ao carregar dois frascos de cloro e desinfetante. Acabou sendo o único dos presos por acusações relacionadas aos episódios a permanecer privado de liberdade.

Em 12 de janeiro de 2016, Rafael Braga foi novamente encarcerado ao sair da casa da mãe na Vila Cruzeiro, sob a acusação de portar maconha, cocaína e um rojão. Na época, ele tinha trabalho fixo e cumpria pena em regime semiaberto. Rafael acusa os policiais de forjar o flagrante que o levou a prisão.

Com informações da Ponte Jornalismo.