Projeto oferece formação gratuita em audiovisual

692
Créditos: Reprodução Internet

Até a próxima sexta-feira, 31, o Ação da Cidadania recebe na Zona Portuária inscrições para o Laboratório Audiovisual. A iniciativa, fruto de parceria com a Fundação Ford, oferece formação profissional e aceleração de projetos de jovens realizadores audiovisuais. Moradores de periferias têm preferência. As vagas são limitadas.

O ciclo de atividades do Laboratório Audiovisual Ação da Cidadania acontece ao longo de 2017 e utiliza metodologias colaborativas para criação de vídeos, curtas, médias e longas-metragens. O Módulo 01 está organizado em diferentes eixos temáticos, com oficinas, palestras e rodas de conversa a serem realizadas entre abril e julho deste ano. Já estão confirmados entre os palestrantes o ator Wagner Moura (Tropa de Elite), a jovem cineasta Yasmin Thayná (Kbela), o documentarista e ator Rodrigo Felha (Cinco vezes favela – Agora por nós mesmos) e o organizador do Festival Visões Periféricas Marcio Blanco.

As atividades devem acontecer às terças, no período da tarde ou noite, na sede do Galpão da Ação da Cidadania e de instituições parceiras. Todos os alunos serão selecionados através de processo seletivo. As inscrições podem ser feitas pela internet. As aulas começam em 11 de abril, com a palestra do cineasta Vicente de Amorim e a exibição do filme Um homem bom.

 

Serviço:
Inscrições Laboratório Audiovisual Ação da Cidadania
Endereço: Centro Cultural Ação da Cidadania (Av. Barão de Tefé, 75, Saúde)
Inscrições até 31 de março pela internet
Início das aulas: 11 de abril
Mais informações pelo e-mail norton@acaodacidadania.org.br e pelo site oficial do projeto.