Prefeitura lança projeto que distribuirá ingressos para jogos paralímpicos

254
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Servidores municipais e alunos de escolas da rede pública podem concorrer

a ingressos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos

A 100 dias dos Jogos Paralímpicos de 2016, a Prefeitura do Rio anunciou um projeto que distribuirá ingressos para os Jogos Paralímpicos a servidores e estudantes da rede municipal. No programa Ingresso Carioca, funcionários do município poderão ganhar ingressos ao participar da divulgação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos enviando, por meio do Carioca Digital, fotos ou mensagens, que serão selecionadas e publicadas posteriormente na conta do Instagram do programa. A regras e datas estarão disponíveis no endereço www.ingressocarioca.rio. Já o projeto Aluno Rio 2016 é voltado para estudantes do 1º ao 9º ano da rede municipal. Aqueles que alcançaram conceitos MB, B e R na avaliação do 1º bimestre concorrerão a um par de ingressos. No total, o programa distribuirá 500 mil ingressos para os Jogos Paralímpicos e cerca de 50 mil para os Jogos Olímpicos.

Além dos projetos dos ingressos, foi apresentada no final do evento a hashtag dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, com a grafia da palavra Rio em libras. A estrutura tem 1,5 metro de altura por 7 metros de largura. Na lateral da peça estão disponíveis informações em braile. A ideia é que a hashtag fique exposta em pontos turísticos como o Pão de Açúcar.

O evento ainda apresentou as novidades na área mobilidade.  O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que será inaugurado no próximo domingo (5/06), terá estações com rampas suaves e antiderrapantes, plataforma com piso tátil, espaço para cadeirantes e estações e veículos com painéis de mensagens e sonorização. Nos BRTs Transoeste, Transcarioca e Transolímpica, as estações têm rampas de acesso, piso tátil e catraca específica para pessoas com deficiência. Já os novos ônibus que circulam pela cidade também foram idealizados para proporcionar acesso às pessoas com deficiência.  Os veículos param no mesmo nível das estações, têm piso antiderrapante, sinalização sonora e visual e espaço para cadeirantes. A frota de táxis acessíveis foi ampliada e hoje conta com 92 veículos.