4 pobres que você precisa conhecer

1097

“Eu queria ser pobre só uma vez na vida, porque todo dia está ficando puxado”: quem nunca ouviu ou disse essa frase ainda não sabe o que é driblar as dificuldades com muita classe e rir na cara da falta de dinheiro.

Dizem que a favela é o lugar mais feliz da terra – onde, segundo as propagandas de turismo, o samba rola solto e a cerveja está sempre gelada. O vizinho está sempre com o sorriso largo. Se, de um lado, noticiam que a favela vive em guerra, do outro lado, ditam paralelamente que é o lugar onde as pessoas são felizes naturalmente.

A favela não é um lugar feliz pra se morar, e isso precisa ser sempre destacado. Não é bacana não ter serviço público, segurança ou até mesmo saneamento básico. Não é bonito ter medo de sair de casa e voltar tarde da noite ainda com medo. Não é bonito ser discriminado pelo lugar onde se mora. Não! Nada disso nos torna felizes.

Mas sabe o que realmente me arrepia a pele? Entender que, no meio de todo esse caos social, a gente consegue ser PHD em mudar a própria sorte.

 

ATORmentado

Se tem tiroteio, a gente só pede pra avisar, poxa! Tem problema? Custa? Acho que não, né?

 

Lidando com o cansaço acumulado depois de um dia puxado.

 

Phellyx

Mas, com todos os perrengues, é pobre e não tem vergonha de dizer.

 

JoJo Toddynho

Odeia ligação pelo Whatsapp (mesmo que o amigo seja pobre e não tenha créditos).

Bom dia 😍😍😍😍

Uma publicação compartilhada por JoJo (@jojotodynho) em

 

Tem autoestima e compartilha.

Vamo acabar com essa desunião mulherada 😒😒 Vídeo completo na minha página: facebook.com/jojotodynho ❤

Uma publicação compartilhada por JoJo (@jojotodynho) em

E sofre ouvindo Alcione. Porque ninguém é de ferro.

🤦🏾‍♀️😂🤦🏾‍♀️

Uma publicação compartilhada por JoJo (@jojotodynho) em

 

MaganoeSonata

A gente já falou de autoestima, mas não custa reforçar.

E faz tutorial pra não ser um fracassado.

 

Entende tudo sobre transporte eficiente, pra chegar à todos os lugares.

 

A gente ri da gente porque aprendeu que sorrir é também combustível pra seguir em frente. Mas ri, principalmente, dos que não acreditam no nosso potencial, na nossa capacidade de conquistar, na nossa autoestima intelectual.

E aí? Com quais personalidades da internet você se identifica? Na tristeza e na pobreza, até que a conta bancária nos faça mais felizes ainda.