Orquestra da Maré faz sucesso com repertório pop

372

Os apaixonados por música clássica têm um bom motivo para assistir às apresentações da Orquestra Maré do Amanhã. Cria do Projeto Estrada Cultural, a orquestra é formada por 70 jovens músicos de 14 a 18 anos no Complexo da Maré. O repertório eclético, que vai da música erudita ao pop das trilhas sonoras de clássicos do cinema, como Star Wars, O Senhor dos Anéis, Piratas do Caribe e O Poderoso Chefão, movimenta agora as redes sociais, com vídeos de apresentações que viralizam na internet.

 

13442228_1032607636833552_7590047525302387526_n
Orquestra Maré do Amanhã em apresentação no Espaço Tom Jobim. Créditos: Divulgação

 

Formada por músicos de diferentes níveis e comunidades do Rio, a Orquestra Maré do Amanhã ocupa o Ciep Operário Vicente Mariano, na Maré. O projeto oferece formação profissional em música clássica para jovens e crianças da região, com aulas de iniciação e percepção musical, cidadania e prática de instrumentos como violino, flauta, violoncelo e até oboé. Além do cancioneiro clássico de compositores consagrados como Bach, Beethoven, Mozart e Villa-Lobos, o grupo também tem no repertório sinfonias de grandes nomes como Beatles, Roberto Carlos,  Tom Jobim, Vinicius de Moraes e Maria Bethânia – a orquestra chegou a tocar com a própria cantora.

“É como se fosse uma desmitificação. A gente tenta criar esse link entre as músicas de videogames,  de séries e dos filmes, que são peças orquestrais maravilhosas, executadas pelas melhores orquestras do mundo. Então, o espectador de repente se pega pensando: ‘Como pode uma orquestra, que é uma coisa clássica e erudita, estar tocando uma música que eu já escutei e ouço no meu dia a dia?’”, explica professor e maestro da Orquestra Maré do Amanhã Filipe Kochem. “Você percebe que há uma alegria nessa identificação, principalmente nas crianças”, complementa.

 

Game of Thrones na favela

 

Com mais de 4 mil visualizações até o fechamento desta matéria, o vídeo da Orquestra Maré do Amanhã tocando uma versão da música de abertura da série Game of Thrones (Guerra dos Tronos) ganha força na internet. A ideia surgiu quando Filipe percebeu que a maior parte dos alunos da orquestra era viciada na série. “Eu pedi para que para que o maestro assistente Michel Schereider, que é violinista e também um dos nossos alunos, criasse um arranjo. É sensacional, porque os músicos tocam com um prazer acima do normal. E o público vibra, é impressionante como o público reage e a música cria essa emoção. Você percebe pelo olhar das pessoas que elas estão envolvidas, relembrando alguma cena da série”, diz Kochem.

O Projeto Estrada Cultural oferece cursos de violino, violoncelo, viola, flauta, oboé, contrabaixo, teoria musical e canto coral. Os interessados em participar devem procurar a direção da orquestra no Ciep Operário Vicente Mariano, na Maré, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h, e ter entre 5 e 18 anos de idade.