Obra em rodoviária de Belford Roxo segue inacabada depois de três anos

256
rodoviarialotexv1
Terminal Rodoviário Lote XV está sem telhado (Créditos: Luiza Gomes / ANF)

 

A impressão que se tem ao circular pela Avenida Joaquim da Costa Lima, uma das principais de Belford Roxo (Baixada Fluminense), é a de completo abandono. Falta de sinalização, iluminação, sujeira e buracos margeando a via são alguns dos problemas encontrados. Os moradores pedem providências para que também se finalizem uma das obras prometidas pelo prefeito Dennis Dauttman, que sai do governo após quatros anos de mandato sem cumprir com as expectativas de reforma do terminal rodoviário do bairro Lote XV.

A reforma do terminal rodoviário do bairro Lote XV faria uma enorme diferença no dia-a-dia dos moradores. De acordo com o site Transparência Brasil, a obra está orçada em R$ 361.989,72 e já consumiu R$ 246.550,00. Tendo em vista que a última liberação de recursos, originada de convênios com o Governo Federal, data de 21 de dezembro de 2015, o prazo para vigência do projeto vence em setembro.

A obra tinha previsão de 120 dias, mas já se passaram quase três anos e tudo que se fez até agora foi a retirada dos telhados, o que deixa os passageiros expostos a chuva e ao sol. Os comerciantes da área foram retirados do local para o início das obras. No lugar, só restam tapumes, mesmo quase três anos depois.