Obra de Abdias do Nascimento é relançada em Porto Alegre

414
Créditos: Reprodução Internet

A Casa de Cultura Mario Quintana e o Ipeafro – Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros realizam na próxima terça-feira, 24, às 19h, o lançamento em Porto Alegre da nova edição do livro O Genocídio do Negro Brasileiro, de Abdias do Nascimento.

Publicada originalmente na Nigéria, em 1977, e no Brasil, em 1978, a obra tem prefácios de Wole Soyinka e Florestan Fernandes. 40 anos depois, o tema permanece atual diante da violência que hoje atinge a população negra. A nova edição traz posfácio intitulado O Genocídio no Terceiro Milênio, de Elisa Larkin Nascimento, que fará palestra como parte do evento.

Abdias do Nascimento (1914-2011) foi poeta, escritor, teatrólogo, artista plástico e professor universitário, mas, em primeiro lugar, ativista dos direitos humanos do povo negro. Primeiro parlamentar negro a levar para o Congresso Nacional propostas de políticas públicas de combate ao racismo, sua vida e obra estiveram imersas nas questões do racismo e a riqueza da cultura negra no Brasil e no mundo.

Elisa Farkin dirige o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (IPEAFRO), instituição que o ajudou a fundar em 1981 e que hoje guarda seu acervo documental e museológico. À frente do IPEAFRO, também dá continuidade a seu empenho pelo ensino da história e cultura de matriz africana.

Companheira de Abdias nos últimos 36 anos de sua vida, ela escreveu uma biografia ilustrada dele, publicada pelo Senado Federal, que também será autografada durante o evento. Outros livros da autora estarão disponíveis para autógrafos: O sortilégio da cor: Identidade, raça e gênero no Brasil (2003) e os quatro volumes da coleção Sankofa, todos da Selo Negro (Grupo Editorial Summus).