TODOS VIRAM A BANDA PASSAR

140

20160207_112348 O bairro Fátima no Centro passou a ser de todos os que passavam por lá. A Banda do Bairro saiu às 10 de hoje cantando e não só as coisas de amor. Teve meninas bacanas lá da Martinica e daqui também, índios e índias que queriam apitos e se não desse o pau iria comer.

Teve muita animação com crianças, jovens, senhores e senhoras todos muito animados ao som da furiosa Banda de Fátima.

O Bloco desceu a rua do Largo de Fátima a alcançando a rua do Riachuelo o principal palco dos foliões empolgados.

E todos que estavam à toa na vida pararam para ver a Banda passar, porque não era uma Banda qualquer, era a Banda do Bairro de Fátima.

Compartilhar
Artigo anteriorA vida e suas fantasias
Próximo artigoOs blocos de rua e a Marquês de Sapucaí
Nome: Antonio Carlos Frerreira Gabriel nasc. em 03 .07 Carioca RJ Rumba Gabriel Rumba era meu pai, compositor e parceiro de Nelson Cavaquinho, Cartola entre outros, dançava muito e bastante boêmio. Todos tinham apelidos. Meu pai era rumba porque dançava muito gafieira, logo ganhou o seu. E eu herdei. Sou jornalista, teologo, compositor da Mangueira e presidente da Esc. Samba Jacarezinho, escritor e poeta. flamenguista e adora uma feijoada, quem quiser pode me convidar.