Moradores da Maré são surpreendidos por mais uma operação policial repleta de violações de Direitos

505

Por volta das 6 horas da manhã os batalhões da polícia militar do Rio de janeiro, Choque, BAC (Batalhão de Operações com Cães) e BOPE entraram a pé e em veículos blindados nas localidades da Baixa do Sapateiro, Conjunto Pinheiro e Bento Ribeiro Dantas, Morro do Timbau, Vilas do João e Pinheiro e Salsa e Merengue. Durante a tarde Parque União, Nova Holanda e Parque Rubens Vaz.
Moradores que por motivos óbvios não quiseram ser identificados, relataram; Invasões de residências de pertences incluindo piscina comprada coletivamente por moradores na Vila do João.
“Serviços essenciais como cinco postos de saúde e quarenta escolas não funcionaram nesta terça feira em virtude da operação policial.
Durante todo o dia moradores relataram tiros e pânico nas redes sociais. “Tiros não cessam, confrontos de grosso calibre em praticamente todo o Complexo. Estamos encurralados por esse estado assassino…” relatou um morador.
A ONG Redes da Maré disponibilizou os telefones: (21) 3105-5531 e o número (21)99924-6462 (WhatsApp) para que moradores denunciem as violações de Direitos ocorridas durante o dia de hoje.
Um menino de 13 anos foi baleado na Nova Holanda e levado para o hospital Souza Aguiar no Centro. Segundo a Secretaria de Saúde, Jeremias Moraes da Silva chegou na unidade hospitalar sem sinais vitais.

WhatsApp Image 2018-02-07 at 12.55.43 WhatsApp Image 2018-02-07 at 12.55.50 WhatsApp Image 2018-02-07 at 12.55.58

Fotos: divulgação da internet.