Moradores ameaçados por remoções protestam na casa do prefeito

1886
Créditos: Reprodução Internet

Manifestantes de diversas favelas do Rio fizeram um protesto hoje em frente ao condomínio onde vive o prefeito Marcelo Crivella. Eles protestam contra as ameaças de uma nova onda de remoções que a cidade vive atualmente.

Moradores de comunidades como Rio das Pedras, Maracajás, Barrinha e Vila Autódromo marcharam, no início da manhã, por cerca de 6 km do viaduto da Cidade de Deus até o condomínio Península, na Barra da Tijuca, onde Crivella vive com a família. Com faixas e cartazes, eles exigiam o fim da priorização dos interesses do mercado imobiliário e das remoções ilegais que podem atingir mais de 20 mil famílias.

Uma reportagem da Agência de Notícias das Favelas publicada no mês passado mostrou as ameaças de remoção para a comunidade de Rio das Pedras, uma das maiores do Rio, que é alvo da especulação imobiliária e de um plano de verticalização da Prefeitura. Além dela, há diversas outras que temem passar por remoção forçada, como as favelas de Maracajás e Rádio Sonda, na Ilha do Governador, Araçatiba, em Guaratiba, Horto, no Jardim Botânico, e também a comunidade da Barrinha.