Meeting of Favela: onda de cores invade Duque de Caxias

160
Créditos: Divulgação

Entre os dia 08, 09 e 10 de dezembro, a Vila Operária, em Duque Caxias, recebe mais uma edição do Meeting of Favela – MOF. Considerado o maior evento voluntário de arte urbana do mundo, ele chega a sua 12º edição com a mesma filosofia de quando começou em 2006: unir diferentes artistas e estilos, causando uma transformação na vida dos moradores e do público presente através do grafite.

O MOF recebe artistas de vários lugares do Brasil e do mundo – os organizadores estimam cerca de 10 mil desde a primeira edição. “Por evento, costumam ser entre 700 a 900 artistas, sem contar o público que vem prestigiar”, explica um dos organizadores do evento, Carlos Bobi. O nome do projeto surgiu pela inspiração do evento Meeting of Styles, na Cruzada São Sebastião, no Leblon. A ideia veio do artista Kajaman, um dos organizadores. O evento reuniu diversos artistas, mas também deixou muita gente de fora – daí a necessidade de criar um evento acessível, do qual todos pudessem participar.

 

Vila Operária-Créditos: Meeting of Favela
Vila Operária, em Duque de Caxias. (Créditos: Divulgação)

 

Em mais de uma década, algumas coisas mudaram. Antes encarado com um certo receio por parte dos moradores, hoje, o evento é bastante aguardado: “Essa foi uma das maiores batalhas que tivemos. Antes, a comunidade estranhava. Hoje, ela abraça e fica ansiosa para que o evento chegue logo. Nossa felicidade é ver os moradores se preparando pro evento”, conta Bobi. Outro aspecto que mudou foi em relação a estrutura e organização. Durante anos, o evento aconteceu de forma independente, ainda que com alguns apoios. Hoje, eles já contam com patrocínio, o que torna possível arcar com custos de equipe e estrutura.

Para a edição de domingo, 10, Carlos Bobi prefere não ficar ansioso:

– Não temos expectativas, pois gostamos de ser surpreendidos. É isso que nos movimenta. Sabemos que o evento funciona por si só e que a cada ano a comunidade abraça mais e torna tudo possível. O Meeting of Favela é um evento que anda sozinho, se renova e transforma a vida das pessoas. Torna possível a uma pessoa de uma comunidade que fica fora do eixo da zona favorável conhecer um artista da Amazônia ou do Rio Grande do Sul ou até da África. Isso é o MOF.