Falta de tempo ou indisciplina?

697

epigrafe

“É preciso ser econômico com o tempo, a dedicação e a paciência do leitor, de modo a receber dele o crédito de considerar o que foi escrito digno de uma leitura atenta e capaz de recompensar o esforço empregado nela.”

Arthur Schopenhauer

Essa foi a frase que ficou martelando na minha cabeça durante toda essa semana. Tinha até começado, desde quarta, a escrever essa coluna e acabei mudando de tema. Ia escrever sobre política, mas resolvi que deixaria esse assunto, tão atual nas ruas e nas redes, para outro momento.  Com a dificuldade que tive então para arranjar tempo para escrever, resolvi que escreveria justamente sobre essa falta de tempo que todos nós vivemos dizendo o tempo todo que temos. Sobre essa falta de tempo, preciso afirmar que considero falta de disciplina e de prioridades. Não consigo achar normal atraso em compromissos; vejo como uma falta de consideração com o tempo de quem está esperando, como se o tempo de quem se atrasa fosse mais importante. Aliás, a epígrafe do meu livro, “Perseguindo um sonho”, retrata meu pensamento sobre o assunto:

“É importante observar em que ou em que investimos o nosso bem mais precioso: o tempo.”

(Epígrafe do livro Perseguindo um sonho – A história da fundação da primeira agência de notícias de favelas do mundo.)

Escrever uma coluna semanal requer disciplina. Sei que todos os domingos, às 8h da manhã, minha coluna terá que estar publicada aqui no portal da Agência de Notícias das Favelas. Sei que várias pessoas acompanharão amanhã o Júlio Barroso, que terá sua coluna todas as segundas, e também acompanharão o Cleber Araújo, o Marcus Galiña, o Nyl de Souza e a nossa editora Julianne Gouveia. Para isso, nós estaremos investindo um tempo, de modo disciplinado, para que sua leitura não seja uma perda de tempo.

Uma sugestão para quem quer, depois dessa breve leitura, começar a se tornar mais disciplinado e assim alcançar suas metas e objetivos: utilize uma agenda. Com a tecnologia de hoje e a agenda no celular, não há desculpa para não cumprirmos compromissos. Não desanime caso coloque uma tarefa na agenda e não consiga cumprir. Isso acontece comigo às vezes. Mas não desistir de alcançar um alvo é a diferença entre os que têm sucesso e os que ficam esperando acontecer. Conseguimos fazer nossa organização ser o que é, com o respaldo que tem, com o respeito que tem, cumprindo uma agenda, com disciplina e foco. Conseguimos criar uma empresa (ANF Produções), que é mantenedora da Agência de Notícias das Favelas, com muito trabalho e dedicação.

Para finalizar, sendo econômico com seu tempo, já agradecido pela sua dedicação e paciência de ler até aqui, preciso agradecer também a todos os que trabalham na ANF Produções, em especial a Renata Duarte, atual coordenadora executiva, além de todos os nossos colaboradores e parceiros da Agência de Notícias das Favelas, entre eles, Verônica Oliveira, nossa nova secretária executiva.