Eventos relembram os 12 anos da Chacina da Baixada

359
Créditos: Michel Filho / Extra

O Grupo de Mães e Familiares Vítimas da Violência do Estado e o Fórum Grita Baixada realiza nos dias 30 e 31 de março uma série de atividades em memória das vítimas da tragédia conhecida como a Chacina da Baixada, ocorrida há 12 anos nas cidades de Nova Iguaçu e Queimados e considerada uma das maiores registradas na história do Estado. Estão previstos um seminário, uma exposição de fotos e uma caminhada.

Hoje, 30, grupos de familiares de vítimas da violência e organizacões que lutam pelos direitos humanos na Baixada Fluminense se reúnem no Centro de Direitos Humanos de Nova Iguaçu para o seminário “Execuções Ontem e Hoje na Baixada”. Estão confirmadas as presenças de Luciene Silva (Mães e Familiares Vítimas da Chacina da Baixada), Glaúcia dos Santos (Rede de Comunidades e Movimento contra a Violência), Carlos Alberto e Jéssica Raull (Fórum de Juventudes RJ), Elizabete Louro (juíza que acompanhou o caso), Adriano Moreira de Araújo (Fórum Grita Baixada), Ozias Inocêncio (SOS Queimados) e o promotor Paulo Roberto Mello Cunha Júnior (Gaesp / Ministério Público). A mediação fica por conta de Fransérgio Goulart, do CDH de Nova Iguaçu.

No mesmo espaço, uma exposição de fotos remonta o histórico de lutas por direitos humanos na região. Familiares e militantes também se reúnem na sexta-feira, 31, na Via Dutra, para a “Caminhada em Defesa da Vida em memória pelos mortos da Chacina da Baixada”. O ato começa às 10h30. Também está programado um ato ecumênico na Rua Gama, onde diversas mortes aconteceram, a partir das 11h40.

 

Relembre o caso

29 pessoas foram mortas na noite de 31 de março de 2005, quando cinco policiais militares à paisana, revoltados com o endurecimento das normas impostas após uma troca de comando no Batalhão de Duque de Caxias, planejaram uma vingança contra o comando da corporação. As 17 vítimas assassinadas em Nova Iguaçu e as 12 de Queimados foram executadas aleatoriamente, sem chance de defesa ou motivo. Os policiais, que faziam parte de um grupo de extermínio, foram condenados entre 2006 e 2009.

 

Serviço – 12 anos de Chacina da Baixada:

Seminário Execuções Ontem e Hoje na Baixada
Data: 30 de março, às 17h30
Endereço: Centro de Direitos Humanos de Nova Iguaçu (Rua Dom Adriano Hipólito, 08, Moquetá – Nova Iguaçu)

Caminhada em Defesa da Vida em memória pelos mortos da Chacina da Baixada
Data: 31 de março, às 10h30 (Ato ecumênico às 11h40)
Concentração para a caminhada: Via Dutra, 15.380, Nova Iguaçu (em frente a Besouro Veículos)
Ato ecumênico: Rua Gama, Cerâmica, Nova Iguaçu