Encontro de poesia CEP 20.000 realiza circuito na Zona Norte

Evento passa pela Penha, Vista Alegre e Realengo

854
Última edição do CEP 20.000 no Espaço Cultural Sérgio Porto, no Humaitá (Créditos: Divulgação)

A tradicional roda de poesia CEP 20.000 realiza a partir deste fim de semana uma itinerância por arenas e lonas culturais da Zona Norte do Rio. No sábado (15), a Arena Carioca Dicró recebe o evento. Poesia, performance, música e microfone aberto são algumas das atrações na programação do circuito, que é gratuito e passa ainda pela Lona Cultural João Bosco (Vista Alegre) em 22/10 e pela Lona Cultural Gilberto Gil (Realengo) em 11/11.

cep20mil-2
Chacal é um dos realizadores do evento (Créditos: Divulgação)

O CEP 20.000 foi criado pelo poeta Chacal e sempre teve a função de ponto de encontro para grandes figuras da cultura carioca. O também poeta Waly Salomão, o ator e escritor Michel Melamed e a coreógrafa Deborah Colker foram alguns dos artistas que passaram por lá ao longo de 26 anos de atividades semanais praticamente ininterruptas no Espaço Sérgio Porto, Humaitá (Zona Sul do Rio). Agora, o encontro de poesia expande suas fronteiras para a Zona Norte pela primeira vez. “A ideia é proporcionar o encontro entre Zona Norte e Zona Sul. Ir para as lonas e arenas representa dar visibilidade a esse trabalho experimental em outras regiões, mas, mais que isso, conhecer a cena local”, explica Chacal.

Gratuito, o evento conta com apresentações musicais duplas Ana & Rachel e Gus e Valen (dias 15 e 22/10). Poesia e performances de Bel Iório, Breno Góes, Vera K, San, Bernardo Valença e do próprio Chacal também são aguardadas, mas o microfone estará aberto a contribuições de poetas e artistas locais a partir das 19h.

 

Serviço:
CEP 20.000 nas arenas e lonas culturais
Datas: 15/10 (Arena Carioca Dicró); 22/10 (Lona Cultural João Bosco); 11/11 (Lona Cultural Gilberto Gil)
Endereço: Arena Carioca Dicró (Parque Ary Barroso -Penha Circular); Lona Cultural João Bosco (Av. São Félix, 601 – Vista Alegre); Lona Cultural Gilberto Gil (Av. Mal. Fontenelle, 5000 – Realengo)
Entrada franca.