Dia 12 é todo dia: biblioteca e cinema para crianças na Rocinha

300
Crianças em atividade de recreação dentro da Garagem das Letras. (Créditos: Divulgação)

Em 12 de outubro, o calendário “capitalista” comemora o Dia das Crianças. Mas para algumas iniciativas da Rocinha, dia das crianças é todo dia. O projeto Garagem das Letras é uma delas e atende crianças de forma totalmente gratuita na favela. O melhor: o projeto não se limita a acontecer somente no mês de outubro, mas oferece atividades durante o ano todo.

Artigo: Para além do Dia das Crianças

Como o nome mesmo já diz, o Garagem das Letras foi criado no espaço onde funcionava uma antiga garagem. Agora, já reformado e com uma estrutura diferente do passado, o ambiente se tornou um café literário. A ideia veio de bares e restaurantes literários que a italiana Barbara Olivi, fundadora do projeto, frequentava na Europa antes de vir para o Brasil.

Ao trazer esse conceito para uma favela, Barbara tinha o propósito da Garagem ser um lugar aconchegante, onde as pessoas entram, pegam um livro, sentam, leem, comem, conversam – ou seja, se sentem em casa. Porém, essa não era a única finalidade do Garagem, que também tem como outro grande foco o compartilhamento de conhecimento.

Livros e sofás aconchegantes compõem o espaço. (Créditos: Divulgação)
Livros e sofás aconchegantes compõem o espaço. (Créditos: Divulgação)

O projeto oferece cursos de inglês, alemão e italiano para crianças e adultos. Essas aulas, em sua maioria, são lecionadas por professores estrangeiros. Além disso, toda sexta-feira, às 17h, telão, tapetão e almofadas tomam conta do espaço: assim, nascem as sessões de cinema da Garagem das Letras, onde são exibidos filmes infantis regados a pipoca e refrescos para os pequenos – tudo de graça, como todas as outras atividades do projeto.

A Garagem das Letras se sustenta com passeios turísticos feitos dentro da favela e bazares. A iniciativa está aberta para receber materiais para a próxima edição do bazar: roupas, lençóis, toalhas, utensílios de cozinha e casa, brinquedos, eletrodomésticos – tudo é bem-vindo. Para doar, basta entrar em contato por e-mail, pelo whatsapp: (21) 99358-6730 ou pelo telefone (21) 3204-8815.

 

Oficina de teatro para crianças e outros projetos

Integrantes do Bando Cultural Favelados. (Créditos: Reprodução Internet)
Integrantes do Bando Cultural Favelados. (Créditos: Reprodução Internet)

Além da Garagem das Letras, uma outra iniciativa da Rocinha promove o desenvolvimento cultural das crianças, ainda que com uma veia mais artística. No Bando Cultural Favelados, nome escolhido pelo criador do projeto Richard Castelo Branco, são oferecidas aulas e oficinas de teatro para crianças e adultos. O Bando tem como foco transformar vidas através da cultura e da arte. Sendo assim, traz novas e empolgantes perspectivas à seus participantes. Embora sua sede fique atrás da passarela da Rocinha, o projeto atende pessoas de todas parte da cidade. Não há requisitos para participar. Basta ter vontade de aprender.

Existem ainda outras ações voltadas para crianças acontecem na favela da Rocinha, como a Garagem do Sucesso, a Rocinha Surf Escola (onde crianças e adolescentes aprendem a surfar), a Casa do Saber (que dá aulas de reforço para crianças e alfabetização para jovens e adultos), entre muitos outros.