DataLabe abre inscrições para oficina de jornalismo de dados

609
Créditos: Divulgação

O DataLabe, o laboratório de dados da favela da Maré, acaba de abrir inscrições para a oficina “Dados e narrativas: comunicando novas histórias a partir de dados”. O curso é voltado para jovens de 16 a 29 anos que morem em territórios populares e se interessem por comunicação e jornalismo de dados. Não é necessário ter experiência anterior com comunicação ou jornalismo.

Apesar do nome um pouco assustador, jornalismo de dados nada mais é do que a possibilidade da utilização de dados digitais, hoje disponíveis em grande escala, para a criação de pautas e produção de narrativas jornalísticas. Ou seja, criar notícias através de dados públicos e abertos. A oficina será dividida em quatro aulas, nas quais os alunos vão aprender sobre ética, privacidade e segurança da informação, além da importância dos dados públicos para a construção de uma nova visão sobre os territórios populares, técnicas digitais de coleta, raspagem, limpeza, análise e visualização dos dados.

A oficina faz parte da série de cursos do projeto Território Inventivo, realizado pelo Observatório de Favelas e pelo Instituto João e Maria Aleixo. O conteúdo e metodologia estão sendo desenvolvidos pelos jovens residentes do DataLabe como resultado do primeiro ciclo formativo do laboratório. O curso acontece no Galpão Bela Maré, de 14h às 18h, e começa em 22 de novembro. As vagas são limitadas e os interessados devem se inscrever até o dia 07de novembro através do link http://bit.ly/2eDelih. Mais informação no e-mail datalabeorg@gmail.com.