Da rua para a internet

1589
foto - Mirandes do Shoping-Chão

Desde outubro de 2016, estou nas ruas cariocas distribuindo o jornal A Voz da Favela, principalmente nos bairros Glória e Catete. São lugares de passagem de pessoas de todas as classes, morada da classe média e dos moradores de rua (que sempre deixam uma moedinha na minha caixinha), além de lugar de sustento e capacitação de estudantes e trabalhadores. Muitos apressados olham e não me enxergam, por isso, eu grito: “A Voz da Favela! A Voz da Favela! Edição inédita, não percam!”.

Com o passar do tempo, as pessoas que compravam passaram a ser leitores assíduos, e esta coluna de hoje é para tratar de uma pauta a pedido da leitora Maria do Socorro. Ela me repassou uma consulta pública para redução do salários dos senadores, que tem apenas 1.302.000 votos e são necessários 1,5 mi para aprovação. Segundo ela, se a favela participar, será conquistada a meta. Afinal, somos milhões, mas precisamos trabalhar para garantir o pão, então, não adianta nos convidar para reunião de articulação política às 15 h de uma quarta-feira e em um lugar longe de nossa casa. Porém, as mobilizações pela internet como as consultas e as petições, são ferramentas que todos que possuem aparelho celular com dispositivo androide podem participar. E nas favelas é o que mais se tem.

A luta pela internet tem grande valor, mas nunca podemos abandonar as ruas, o corpo-a-corpo e o jornal impresso, por isso a voz da favela precisa ser ouvida e ampliada! O jornal impresso, antigo veículo de informação, foi o principal mecanismo de construção do modelo democrático que seguimos, pois nossa república é  inspirada no modelo dos Estados Unidos da América, que passou do regime confederado para o federalismo. Esse processo foi promovido pela imprensa, que publicava os artigos que inspiraram a constituição norte-americana.

Penso que aqui no Brasil será possível  que nossos artigos na mídia alternativa possam influenciar nossos processos democráticos.

Então, se liga nessa e em outras consultas no site do Senado Federal. Participe!