Corujão da Poesia realiza edição especial no ELACC

257
Créditos: Gabriel Lima / ELACC

A abertura do I Encontro Latino-americano de Comunicação Comunitária foi de festa no Reserva Cultural, em Niterói (RJ), com o Corujão da Poesia – Universo da Leitura. O evento, que acontece três vezes por semana em Niterói, no Rio de Janeiro e em São Gonçalo, realizou a edição especial “Soy Loco por Ti, América”, em homenagem a literatura da América Latina.

Com a casa cheia, a edição especial do sarau teve fila de espera para as intervenções culturais e artísticas ao microfone, que é aberto a todos, representando um espaço e canal democrático na produção de cultura e comunicação na cidade. Ali se reuniram poetas, artistas, estudantes universitários, aposentados, políticos, militantes, grupos sociais das periferias, professores e todos os que se interessam por arte, cultura e liberdade de expressão.

 

João do Corujão (Créditos: Patrícia de Matos / ELACC)
João do Corujão (Créditos: Patrícia de Matos / ELACC)

 

Depois dos shows de Mango Mambo e Michael Costa, o assessor cultural e idealizador do evento, João Luiz de Souza, o João do Corujão, abriu os trabalhos com uma fala sobre feminismo, preconceito racial e comunicação comunitária. “O lugar da gente é o lugar que sonhamos estar”, afirmou João, que ainda profetizou: “que toda estante brasileira tenha livros”.

O revezamento de poemas, canções, jograis e opiniões no microfone aberto produz um rico caldo de cultura coletiva. Dentre os participantes, estavam grupos de rap e hip hop, formados por jovens negros das favelas da região, que ali encontram público, aplausos e aceitação para sua arte e voz marcada muitas vezes pela violência e pela dor do preconceito. “O Corujão representa um lugar de liberdade e luta contra o racismo, a homofobia e todo tipo de opressão”, explica.

Além dos já habituais sorteios dos livros e roda de poesia, o Corujão recebeu ainda um convidado ilustre: o rapper Flávio Renegado, que se apresenta no Festival de Cultura Comunitária nesta sexta, 07, também fez uma performance poética na edição especial, que já ficou para a história da cidade de Niterói (RJ).

 

ANF Produções lança livro na abertura do ELACC

A ANF Produções, empresa mantenedora da Agência de Notícias das Favelas, lançou na noite de abertura do I Encontro Latino-americano de Comunicação Comunitária o livro “Cultura viva comunitária: políticas culturais no Brasil e na América Latina”, de Alexandre Santini. O lançamento aconteceu na Livraria Blooks do Reserva Cultural, em Niterói, e recebeu políticos e autoridades culturais.

Escrita a partir da pesquisa desenvolvida no mestrado em Cultura e Territorialidades da Universidade Federal Fluminense pelo ex-diretor de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultural e atual diretor do Teatro Popular Oscar Niemeyer e do Laboratório de Políticas Culturais, a obra analisa parte importante da história das políticas culturais desenvolvidas no Brasil e em diversos países no séculos XX e XXI, reconstituindo também a linha do tempo da Cultura Viva Comunitária na América Latina.