Cinema brasileiro LGBT é destaque em Niterói

248
Créditos: Divulgação

Nessa sexta feira, 01, acontece no Solar do Jambeiro, em Niterói, a 2ª Maratona de Filmes Brasileiros com a Temática LGBT. Organizado pelo Grupo Diversidade Niterói (GDN) em parceria com o Núcleo de Produção Digital Niterói (NPD) e a Niterói Filmes, o evento é considerado um “esquenta” para a 13ª parada do Orgulho LGBT de Niterói, que vai ser realizada no domingo, 03.

A mostra conta com a ficção de Daniel Ribeiro, Café com leite, e também com os documentários De Que Lado Me Olhas, de Ana Carolina de Azevedo e Elena Sassi, Meu Nome é Jacque, de Angela Zoé, e Noturnas, de Allan Ribeiro. Segundo o curador de conteúdo do NPD, Miguel Vasconcellos, a escolha das obras  foi feita por ele após o GDN estabelecer essa parceria com o núcleo de produção.

A data do evento possui simbologia maior por acontecer no Dia Mundial de Luta contra a Aids, o que fez com que Miguel escolhesse o filme Meu nome é Jacque para integrar a mostra. “A personagem principal do filme é soropositiva, o que me fez encaixar uma coisa na outra”, explica. A produção, ao lado o filme De que lado me Olhas, já havia sido exibida na 11ª Mostra de Cinema de Direitos Humanos. Ambas tiveram uma boa receptividade.

Já o longa Noturnas é uma edição compilada da série de quinze episódios já exibida no canal Brasil, feita pelo diretor Alan Ribeiro. Nele, estão as cinco divas do filme dirigido por Leandra Leal, Divina Divas.

Mesmo com a previsão de chuva, Vasconcellos está confiante. “Entre os nossos eventos, as mostras de cinema são as que mais têm adesão e repercussão entre o público. O evento promete ser bem bacana”, finaliza.

 

Serviço:
2ª Mostra de Arte e Cultura LGBT – Maratona de Filmes
Data: 01 de dezembro, das 18h30 às 21h45
Endereço: Solar do Jambeiro (Rua Presidente Domiciano, 195 – São Domingos, Niterói – RJ)
Entrada franca.