Batalha das Musas fomenta liderança de mulheres no rap

356
Mulheres do movimento hip-hop se reúnem na Batalha das Musas.
Créditos: Sérgio Odilon

Realizada pela primeira vez em março de 2017 no Museu do Ingá, em Niterói, a Batalha das Musas se tornou um ponto de encontro da cultura hip hop no Rio de Janeiro. A fim de celebrar a voz feminina no rap, o evento já aconteceu também no Teatro Popular Oscar Niemeyer em duas oportunidades. Com um caráter educativo, na Batalha das Musas, as rimas improvisadas ao microfone são feitas por elas, as MCs.

(Foto: Vitor Vogel)
(Créditos: Vitor Vogel / Teatro Popular Oscar Niemeyer)

O projeto é idealizado pela produtora cultural Aline Pereira, e envolve também a participação de DJs, grafiteiras, b-girls, performers, reunindo as mulheres do hip-hop no RJ. O objetivo é criar um ambiente no contexto das batalhas de rima no Rio de Janeiro, livre da violência contra meninas e mulheres, promovendo relações culturais e oportunidades educacionais. Para isso, a Batalha das Musas busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança, por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre meninas e mulheres que participam do movimento.

 

Aika Cortez na Batalha das Musas. (Foto: Sérgio Odilon)
Aika Cortez na Batalha das Musas. (Créditos: Sérgio Odilon)

 

A Batalha das Musas é composta por oito MCs, podendo agregar até 16. A abertura de vagas para batalhar, com inscrições gratuitas, é por ordem de chegada. Quem comanda o baile é a mestra de cerimônias Samantha Zen, a convite dos anfitriões Nuquepi e Pericão. Além da cultura hip hop, diferentes segmentos de movimentos de mulheres no Rio de Janeiro, incluindo negras, indígenas, LGBT, jovens, trabalhadoras domésticas, estudantes, secundaristas e ativistas, são todas muito bem-vindas.

O Círculo irá participar na próxima edição da Batalha das Musas.
O Círculo irá participar na próxima edição da Batalha das Musas. (Créditos: Sol Crespo)

A próxima edição da Batalha das Musas acontece no dia 28 de setembro, na 35ª Roda Cultural do Conexão Favela & Arte, em Santa Rosa, Niterói. O evento conta com a participação das MCs Aika, Emana, Azzy, Lya, Mell Brito, Cashy, Ventura e Brenda, a DJ Andrea Mafer, show da rapper Nabrisa, performances com Ellen Puri (tecido acrobático) e O Círculo (bambolês de fogo). O evento também promove a doação de livros do projeto BEM Biblioteca Engenho do Mato, e o troféu personalizado tem a assinatura do artista plástico Sérgio Odilon (do projeto BEM+).

 

Serviço:
35ª Roda Cultural Conexão Favela & Arte | Batalha das Musas
Data: 28 de setembro, às 18h
Endereço: Quadra da GRES Souza Soares (Rua Valdir Cabral, 37, Santa Rosa, Niterói – RJ – esquina com a Travessa Lions Club)
Entrada franca.