Ato solene marca início da gestão da nova secretária de cultura

992
A secretária municipal de cultura Nilcemar Nogueira ao lado do prefeito Marcelo Crivella (Créditos: Divulgação)

Em ato solene realizado no início da tarde desta quinta-feira, 05, no Teatro Municipal Carlos Gomes, a Prefeitura do Rio de Janeiro apresentou a nova secretária municipal de cultura Nilcemar Nogueira. O evento reuniu artistas, políticos, produtores e gestores para conhecer as principais ideias da nova SMC dentro da gestão do prefeito Marcelo Crivella (PRB).

“Diálogo” e “integração” são os conceitos principais que definem as intenções de atuação de Nilcemar Nogueira dentro da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Para ela, a cidade somente será integrada quando todos tiverem a oportunidade de ocupar os espaços, sem preconceitos. “Cada ação precisa promover a diversidade e a expressão de identidades, estimular a integração social e contribuir para a cultura da paz”, afirmou durante o evento.

Nilcemar Nogueira prometeu transparência, ouvir a sociedade e todos os produtores de cultura. O diálogo também deve acontecer entre outros setores, com grande destaque à área da educação. Em vez de ações isoladas, a secretaria pretende promover a integração entre estudantes, pais, produtores e realizadores, além de estimular ainda mais ações em equipamentos da Prefeitura, como lonas, arenas, planetário, circos, bibliotecas.

Nilcemar Nogueira faz discurso em solenidade de posse no Teatro Carlos Gomes (Créditos: Divulgação)
Nilcemar Nogueira faz discurso em solenidade de posse no Teatro Carlos Gomes (Créditos: Divulgação)

A área de economia criativa também foi lembrada por Nilcemar: “A cultura, em uma cidade como o Rio de Janeiro, é poderosa alavanca de desenvolvimento”. Ainda na área de economia, Nogueira sinalizou uma abertura para a atuação empresarial para além das políticas de patrocínio incentivado: “A adoção de espaços é um caminho a se considerar”, explicou.

A solenidade contou com a participação dos bailarinos Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo, do dramaturgo Geraldo Carneiro, do ator JP Rufino e da jornalista Fernanda Honorato. Rildo Hora, Dudu Nobre e João Donato foram responsáveis pelas apresentações musicais. Subiram ao palco para saudar a Secretária o ex-ministro da Cultura e ex-secretário municipal de cultura Marcelo Calero e a sambista Leci Brandão. A atriz Adriana Lessa foi mestra de cerimônias.

Na cerimônia de posse da neta de Cartola e Dona Zica, não poderia falta também muito samba, referência inegável na militância cultural e comunitária de Nilcemar Nogueira. Ela chamou ao palco ritmistas da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, acompanhados do cantor Ciganerey e do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Matheus e Squel, diversos casais de agremiações do Rio de Janeiro e passistas do Grupo Especial, Serie A e infantil. A celebração terminou ao som do samba de 2017 da verde-e-rosa, cujo enredo, “Só com a ajuda do santo”, celebra a união entre diferentes religiões, promovendo assim a síntese do encontro.

 

Novo prefeito faz discurso de austeridade

A apresentação da nova secretária municipal de cultura Nilcemar Nogueira foi precedida por rápida fala do prefeito Marcelo Crivella, que dividiu opiniões. Após exaltar a diversidade cultural da cidade, “que se encontra acima de preconceitos e discriminações”, Crivella focou na questão econômica, lembrando que o Estado e o Município “vivem dias difíceis”. Em diversos momentos, destacou a necessidade de se “realizar mais com menos”, o que provocou reações na plateia.