Acontecendo por aí

143
Foto ANF

Domingo de sol e muita coisa acontecendo. Finda a Bienal do Livro que foi um lindo encontro de autores, leitores, pequenos leitores, curiosos e muitas outras pessoas. Pela primeira vez, coletivos literários e artísticos que não teríam condições de estarem presentes em um evento como esse ganharam espaço para apresentar e lançar seus trabalhos literários e realizar rodas de conversas com seus leitores. Quadrinistas desenhavam ao vivo e dando autógrafos nas suas histórias, reuniões e encontros entre pessoas que puderam trocar suas experiência no mundo das letras e do desenho.

Agora, chegou o Rock in Rio, festa multifacetada, com uma grande diversidade de público e sons. A festa começou com Ivete e a Marrom afirmando a brasilidade dos sons que vem dos diversos cantos do país. A juventude, os adultos, idosos, crianças, querendo ver suas bandas e artistas preferidos, todos buscando ouvir novos e velhos sons, trocar energias, conhecer novas pessoas – um grande encontro de alegria e diversão. A ANF leva hoje dez seguidores que vivem nas favelas para prestigiar. Ótima diversão para um dia belo de sol!

Hoje também aconteceu a 10ª Caminhada Em Defesa Da Liberdade Religiosa, a partir das 13 h, no Posto 6 Copacabana. É um ato de afirmação de direitos, de exercício do respeito pelas diferenças, de cobrança de atitudes que diminuam o apartheid religioso que se instala dia a dia entre nós e sob a apatia e descaso que se abateu sobre todos nos últimos tempos. É um encontro para relembrarmos do que somos e de quem somos – nós que somos parte de uma terra miscigenada, com várias faces, várias formas de se expressar e com pleno direito de professar a religião que escolhemos, aquela que deixa seu coração em paz.

É um domingo movimentado, alegre. Precisamos transformar esses momentos em exercício diário, precisamos fazer as pazes com o nosso diferente, com o outro, conosco. Precisamos resgatar o respeito, a tolerância, o afeto entre pessoas, com os bichos, com a natureza, atitudes acolhedoras e práticas cidadãs.

A alegria e a luta continuam.