Acervo fotográfico do ELACC é tema de evento em Niterói

299
Slam das Minas e Batalha das Musas durante o Festival de Cultura Comunitária, realizado no Teatro Popular Oscar Niemeyer durante o ELACC. (Créditos: Evelyn Lee / ELACC)

A produção fotográfica da cobertura colaborativa do I Encontro Latino-americano de Comunicação Comunitária – ELACC ganha destaque nesta quinta-feira, 27, durante o evento “Pontes e Projeções – Diálogos na fotografia latino-americana”. A ação, realizada pela Agência de Notícias das Favelas em parceria com o Solar do Jambeiro e o Teatro Popular Oscar Niemeyer, reúne profissionais da nova e da velha geração a partir das 17h no Jambeiro e marca o encerramento da exposição “América Latina Violentamente Doce”, de Renzo Gostoli, aberta durante o ELACC.

12 jovens fotógrafos participaram da cobertura colaborativa do ELACC, que aconteceu de 6 a 9 de julho em cinco espaços culturais de Niterói. Sob o modelo de uma agência escola de comunicação, os colaboradores realizaram todos os registros fotográficos das rodas de conversa, mesas de discussão, shows e saraus que fizeram parte da programação sempre sob a orientação de profissionais experientes, visando ampliar ainda mais a formação deles na área. O material foi catalogado e agora faz parte do acervo da ANF, além de integrar o banco de imagens do Teatro Popular Oscar Niemeyer, um dos parceiros da ação. As imagens ganham projeção comentada dos editores e outros fotógrafos convidados.

12 jovens fotógrafos participaram da cobertura colaborativa. (Créditos: Barbara Dias - Fotoguerrilha)
12 jovens fotógrafos participaram da cobertura colaborativa. (Créditos: Barbara Dias – Fotoguerrilha)

– A cobertura colaborativa é um modelo já utilizado pela nossa organização, que se aperfeiçoou ainda mais com a troca de experiências no ELACC. Essa união de várias pessoas de forma colaborativa foi um grande ganho para o evento e para a Agência de Notícias das Favelas, explica o diretor e fundador André Fernandes.

“Pontes e Projeções – Diálogos na fotografia latino-americana” acontece no último dia de exibição ao público da exposição “América Latina Violentamente Doce”, fotógrafo ítalo-argentino radicado no Brasil, Renzo Gostoli, que ocupa o segundo andar do Solar do Jambeiro desde 07 de julho. A exposição foi aberta durante o ELACC e apresenta um olhar singular da América Latina através de registros realizados em mais de 30 anos. Renzo realiza uma visita guiada com o público a partir das 17h15.

Às 18h, os curadores da projeção fotográfica apresentada no ELACC Vitor Vogel e Daniel Ramalho comentam as imagens selecionadas de 22 fotógrafos com atuação em comunidades e movimentos sociais. As fotos foram projetadas na tela do Cine Arte UFF na abertura do encontro e na fachada do Teatro Popular Oscar Niemeyer, durante o Festival de Cultura Comunitária.

Veja abaixo a programação completa:

17h – Recepção
17h15 – Visita guiada e comentada com Renzo Gostoli pela exposição “América Latina Violentamente Doce”
18h – Projeção comentada pelos curadores das imagens de 22 fotógrafos, selecionadas em Chamada Pública durante o ELACC
19h – Lançamento do Banco de Imagens
19h30 – Projeção comentada pelos editores e convidados das fotos produzidas na Cobertura Colaborativa do ELACC

 

Serviço:
Pontes e Projeções – Diálogos na fotografia latino-americana
Data: 27 de julho, às 17h
Endereço: Solar do Jambeiro (Rua Presidente Domiciano, 195, Ingá, Niterói – RJ)
Entrada franca.
Mais informações no evento do Facebook