Abandono familiar é tema de peça premiada

265
Peça "Chão de Pequenos" (Créditos: Lucas Brito)

Depois de ganhar o prêmio de melhor cena curta do Festival de Teatro Universitário de 2016 (FESTU), a peça Chão de Pequenos chega à CAIXA Cultural Rio de Janeiro para uma curta temporada a preços populares, de 11 a 14 de maio. Adoção e menores em situação de rua são algumas das temáticas abordadas na montagem teatral da Companhia Negra de Teatro.

Chão de Pequenos leva ao palco a história de dois jovens moradores de rua, marcados pela orfandade e pelo abandono da própria família. Um queria ser piloto de corrida. O outro gostava de ouvir a quietude. A fábula dos dois garotos revela a importância da empatia, do diálogo e do afeto em uma sociedade atualmente marcada pela intolerância e pelo preconceito.

“É um trabalho sobre adoção, abandonos e aquilo que se des-abandona” explica Ramon Brant, que dá vida a um dos protagonistas da peça. Felipe Soares, com quem contracena, complementa: “Porque fala, antes de tudo, sobre amizade, sobre o cuidado no trato com o outro, sobre querer ser visto em um mundo de visão anestesiada, sobre querer nos ver. Existimos por causa dos outros, para os outros, por nós”. A direção é de Tiago Gambogi e Zé Walter Albinati.

 

Serviço:
Peça Chão de Pequenos
Data: 11 a 14 de maio, às 19h
Endereço: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena (Av. Almirante Barroso, 25, Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Ingressos: R$ 10 (inteira); e R$ 5 (meia)